Menos maquiagem, mais eficiência

15mar12

Sindicatos dos ferroviários e dos metroviários culpam governo por privilegiar compra de trens novos em vez de investir em melhorias no sistema, o que explicaria panes

Carol Rocha
carol.rocha@diariosp.com.br

Os problemas ocorridos nos trens do Metrô e da CPTM  – como os que afetaram cinco linhas ontem – estão virando mais regra do que exceção. Só neste ano, o Metrô teve 38 panes e a CPTM, 18. Para o Sindicato dos Metroviários de São Paulo, falta investimento. O consultor do Sindicato dos Ferroviários da Zona Sorocabana, Rogério Centofanti, concorda. “O governo compra trens novos, mas não investe no restante do sistema. É fácil saber o porquê: trem novo a população vê, o restante não”, diz.

Para o consultor, o governo precisa investir em novas subestações (responsáveis por distribuir a energia ao longo da ferrovia), em vias permanentes (trilhos e dormentes), na via aérea (que é por onde os trens se comunicam) e na sinalização.

Ontem, um defeito no sistema de energia na Linha 9–Esmeralda da CPTM  (que liga Osasco, na Grande SP, ao Grajaú, na Zona Sul) fez com que os trens circulassem com intervalo maior (leia mais sobre os transtornos no texto ao lado).

A falha na CPTM  pode ter como causa o excesso de demanda de energia. “Em toda a Linha 9 existem apenas três subestações: estação Jaguaré, estação Morumbi e estação Cidade Dutra. Com o aumento do número de trens em circulação, principalmente nos horários de pico, o consumo aumenta consideravelmente. Conclusão: as três subestações não suportam o consumo e desarmam (caem)”, afirma Centofanti. “As subestações de energia atualmente instaladas são suficientes para a demanda atual. Para um intervalo entre trens de 3 minutos existe a previsão de implantação de duas novas subestações nessa linha, em processo de licitação”, disse a CPTM, em nota.

INVESTIMENTOS/ O governo de São Paulo investiu R$ 5 bilhões na aquisição de novos trens e na modernização do sistema, segundo a CPTM. Questionada sobre o quanto foi gasto em infraestrutura, a companhia não respondeu. A malha ferroviária da CPTM tem 260 km de vias e 89 estações por onde circulam cerca de 2,7 milhões de pessoas em seus 127 trens. Em entrevista ao “SPTV”, o governador Geraldo Alckmin disse que a equipe “está empenhada em apurar as causas” do problema que ontem paralisou parte da maior cidade do país .

195 mil passageiros são afetados por falhas em trens

Cerca de 165 mil passageiros do Metrô e 30 mil da CPTM  foram prejudicados ontem de manhã por problemas técnicos em trens das companhias.

De acordo com a CPTM, um defeito no sistema de energia provocou lentidão na circulação dos trens da Linha 9–Esmeralda, que liga o município de Osasco (na Grande São Paulo) à região de Grajaú (no extremo Sul da cidade) por volta das 7h. As composições tiveram de circular por uma única via, entre as estações Granja Julieta e Santo Amaro. Com isso, a Linha 5–Lilás do Metrô, que é integrada com a CPTM, também foi afetada.

Na Linha 4–Vermelha do Metrô, houve uma outra falha, ocorrida por volta das 6h46, no sistema pneumático de uma composição, no sentido Barra Funda. A companhia teve de retirar os passageiros que estavam em um trem na Estação Pedro 2 e a composição foi encaminhada para manutenção. Essa operação levou quase uma hora, o que gerou grande atraso nas viagens e na superlotação da estação.

Já na Linha 1–Azul do Metrô (que liga o Jabaquara, na Zona Sul ao Tucuruvi, na Zona Norte), houve uma pane na tração de um trem entre as estações Vila Mariana e Santa Cruz e a circulação ficou lenta das 7h39 às 8h03.
Por volta das 9h45, outra falha de tração em uma composição na Linha 3-Vermelha, na Estação Artur Alvim (Zona Leste) obrigou a empresa a esvaziar o trem.

Ontem à noite, por volta das 20h, a Linha 9 voltou a ter complicações. Uma composição que seguia para Osasco apresentou problema perto da Estação Presidente Altino. A situação se normalizou às 20h55.

LEIA A MATÉRIA COMPLETA NO DIÁRIO DE SP DE 15/3/12



No Responses Yet to “Menos maquiagem, mais eficiência”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: